bastidores

A reação dos senadores ao ato (covarde) de Ney Suassuna

21 de janeiro de 2021 às 13h01 Por Wallison Bezerra
Plenário do Senado Federal. Foto: Agência Senado

Poucos foram os senadores que se manifestaram em relação ao ato covarde de Ney Suassuna (Republicanos). Ontem, o carioca que se apresenta como paraibano “estirou o dedo”  em entrevista à TV Correio ao comentar o estado de saúde de José Maranhão (MDB), internado há mais de 50 dias após complicações da Covid-19.

Internamente, parlamentares de outros estados mostraram indignação de forma discreta. Alguns prestaram solidariedade a Maranhão, como Rose de Freitas (MDB-ES), Jorge Kajuru (Cidanida), Major Olímpio (PSL-SP), Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), Tasso Jeireissati (PSDB-CE) e Zenaide Maia (PROS-RN).

Outros silenciaram.

Na Paraíba, a senadora Daniella Ribeiro (PP) e o deputado Raniery Paulino (MDB) emitiram notas de repúdio ao gesto desumano de Ney.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido !!