bastidores

A alegria de seu Cícero e dona Joana

4 de outubro de 2021 às 21h00 Por Wallison Bezerra
Severino Queiroz, superintende da Controladoria-Geral da União na Paraíba

Tenho certeza que se eu pudesse ligar agora para seu Cícero e dona Joana ouviria incontáveis palavras de orgulho. Longe, porém perto, eles acompanham com um coração alegre a trajetória do hoje superintendente da Controladoria-Geral da União na Paraíba, Severino Queiroz.

Fiz nesse fim de semana uma das grandes entrevistas da precoce carreira. Pude enxergar atrás do homem público, um homem humano.

Com sorriso estampado nos olhos, Queiroz lembrou da caminho até chegar ao posto que agora ocupa. Com humildade, mostra o que é ser um servidor do público, não um servidor público.

Mantém o mesmo propósito do jovem garoto criado em uma casa de taipa no Litoral Sul da Paraíba.

Exerce o ofício com maestria. Lidera como líder. É do batente, não da superioridade.

Em tempos de homens públicos que não estão à altura do cargo que exercem, conhecer um pouco sobre Severino Souza de Queiroz nos faz acreditar que ainda é possível depositar confiança e apostar em quem cumpre uma missão onde a razão se completa com o coração.

Confira a entrevista: