OPERAÇÃO CALVÁRIO

Arthur Cunha Lima desiste de habeas corpus no STF

21 de novembro de 2020 às 16h39 Por Wallison Bezerra
Arthur Cunha Lima, conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado

O conselheiro Arthur Cunha Lima, afastado desde o ano passado do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) no âmbito da Operação Calvário, desistiu de um recurso impetrado no Supremo Tribunal Federal (STF) para retornar ao cargo na Corte de Contas paraibana.

A Segunda Turma do STF já tinha dado início do julgamento do habeas corpus, com um voto contrário à concessão da liminar por parte do ministro Gilmar Mendes. O processo agora foi suspenso.

Como o Blog registrou recentemente, Arthur foi denunciado, juntamente com o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) por possíveis crimes cometidos para aprovação das contas da Cruz Vermelha do Brasil Rio Grande do Sul, organização social que geria o serviço de saúde no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena.

Comentários

Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.

error: Conteúdo Protegido !!