bastidores

Deputados iniciam articulação por vaga de Arthur Cunha Lima no TCE

24 de novembro de 2020 às 19h02 Por Wallison Bezerra
Sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB)

A aposentadoria do conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) Arthur Cunha Lima aqueceu os bastidores e a articulação entre os deputados estaduais. Na pauta, quem será o novo indicado para Corte de Contas paraibana.

Mais cotado, o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB), tem resistido. O Blog apurou os motivos. Primeiro por causa da eleição de 2022. É notório que o ainda socialista almeja novos voos. Segundo porque os colegas de parlamento avaliam que, nesse momento, Galdino é o único que consegue ter boa relação com todo plenário, da base governista à oposição.

Fora da “disputa”, Adriano poderia designar uma aliado, inclusive uma pessoa que não venha dos quadros da Casa de Epitácio Pessoa.

Outros nomes também são lembrados. Tião Gomes (Avante), que nunca escondeu o desejo de assumir a função, e Bosco Carneiro (Cidadania), avaliado como um bom técnico para ocupar o cargo.

Outros deputados desejam a indicação como forma de uma “aposentadoria” da vida pública.

E tem mais. Entre os parlamentares, há a expectativa de que Nominando Diniz, conselheiro também afastado por força da Operação Calvário, peça aposentadoria. Com isso, seriam duas vagas para o TCE. Uma da ALPB e outra do Governo do Estado.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido !!