judiciário

PGR pede novamente que STF suspenda vacinação de professores

18 de maio de 2021 às 11h52 Por Wallison Bezerra
Ação será relatada pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF)

A Procuradoria-Geral da República ingressou com uma nova ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a suspensão da vacinação em profissionais da educação de João Pessoa. A reclamação será relatada pela ministra Rosa Weber. O pedido é assinado pelo vice-procurador-geral da República, Humberto Jaques.

Ontem (17), o presidente da Corte, ministro Luiz Fux, tinha rejeitado uma Suspensão de Tutela Provisória (STP) apresentada no domingo (16), dia em que a capital paraibana começou a vacinar professores e servidores que trabalham no ensino infantil.

Segundo apurou o Blog junto a PGR, a expectativa é que vencido o plantão judiciário, a ministra Rosa Weber leve em conta decisões já tomadas pelos ministros Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski – que suspenderam o avanço da imunização antes do cumprimento da meta do Programa Nacional de Imunização – e acate o pedido do Ministério Público Federal (MPF).

A PGR argumenta ainda que a vacinação em professores pode gerar uma uma espécie de efeito cascata, levando a pedidos semelhantes em outros estados.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido !!